Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pretos x Brancos

Grupo de amigos que passaram ao lado de uma grande carreira, (era o 24 "Quinta da Nora"). Jogamos às quartas, não interessa onde-estamos fartos do assédio dos grandes clubes mundiais!

Pretos x Brancos

Grupo de amigos que passaram ao lado de uma grande carreira, (era o 24 "Quinta da Nora"). Jogamos às quartas, não interessa onde-estamos fartos do assédio dos grandes clubes mundiais!

16
Mar23

JOGO 27 - 2022/2023

Estamos de volta e desta vez, neste espaço que pretendemos que seja um local onde elevamos a nossa compreensão da língua de Camões.

Hoje vamos falar sobre as palavras “Soberbo” e “Soberba”. Podem significar apenas o feminino ou masculino, uma da outra, mas podem também ter um significado muito diferente.

so·ber·bo |ê|


(latim superbus, -a, -um, altivo, orgulhoso, soberbo, magnífico, esplêndido)

adjetivo

  1. Que tem soberba.
  2. Orgulhoso.
  3. Majestoso;  grandioso;  belo,  sublime;  altivo.

Substantivo masculino

  1. O que tem soberba.

 

Para dar um exemplo, e vamo-nos concentrar apenas no ponto:

  1. Majestoso;  grandioso;  belo,  sublime;  altivo.

Vamos imaginar que um jogador, pode ser dos Brancos e escolhendo aleatoriamente…o Kiko. Este jogador, conduz a bola e quando lhe aparece um adversário pela frente, com grande mestria, mas também em super slow motion 4K, faz aquela finta de tirar a bola da frente do adversário com um pé, e captá-la com o outro, para logo de seguida, agora sem ser em super slow motion, mas apenas em slow motion, desferir o remate rasteiro, forte e bem direccionado, fazendo a bola entrar no canto inferior esquerdo da baliza defendida pelo Samuel “Cesc”. Logo vêm à ideia os adjectivos: Majestoso, Grandioso, Belo, Sublime ou…SOBERBO!

 

so·ber·ba 

 

substantivo feminino

  1. Orgulho.
  2. Altivez.
  3. Elevação.
  4. Arrogância.
  5. Sobranceria.

Para a palavra “Soberba” vamos também a um exemplo que vai entender uma foram de a usar. Para não variar, vamos também dar um exemplo de uma jogada por parte de um jogador dos Brancos. E para não variar também, será o Kiko:

Kiko, conduz a bola, ainda no seu meio campo, sendo o último jogador da sua equipa. Como as coisas lhe tinham corrido bastante bem minutos antes e como se sentia confiante, quando há um jogador dos Pretos que vai ao seu encontro, Kiko – o confiante – tenta fazer passar a bola por baixo das pernas, (a chamada cueca ou túnel), do adversário (Rendufas). O Rendufas recupera a bola e de repente, uma imagem que estava a passar super slow motion ultra HD, transforma-se numa imagem em modo acelerado – fast forward, e lá vai o Rendufas, sozinho, isolado, em direcção à baliza dos Brancos atirando para o canto inferior direito.

Este exemplo enquadra-se perfeitamente em qualquer um dos sinónimos de SOBERBA, embora ache que Sobranceria seja o mais adequado.

E pronto foi mais um capítulo desta nossa rubrica.

 

Há uns anos atrás, um jogador de futebol, não me lembro qual, conhecido por utilizar somente o pé esquerdo, quando questionado referiu-se, em jeito de brincadeira, que o pé direito servia apenas para subir para o autocarro. Há na equipa dos Pretos um jogador que leva esta filosofia bastante a peito – tirando a parte de subir para o autocarro, pois hoje em dia quase ninguém anda de autocarro. Esse jogador – Variações, nome artístico, Luís no Cartão de Cidadão, ainda esta quarta-feira teve, pelo menos, três situações em que depois de ter ganho vantagem ao fintar para o lado direito não foi capaz de terminar a acção com sucesso, isto é, nem sequer tentou rematar, optando por voltar para trás e tentar resolver de pé esquerdo. Há que arriscar nessas situações, especialmente se os colegas de equipa ainda estão no seu meio campo a acompanhar a jogada à distância.

IMG_20230316_000336.jpg

IMG_20230316_000345.jpg

IMG_20230315_233828.jpg

TR27.jpg

 

 

02
Fev23

JOGO 21 - 2022/23 [A.DOERr]

best.jpg

Toda a Luz que Não Podemos Ver

de Anthony Doerr

Tradução: Manuel Alberto Vieira - Livro - WOOK

 

Quando li este livro (numa anterior encarnação) confesso que quando cheguei ao fim fiquei confuso. Se não podermos ver a luz por certo estaremos às escuras... Foram anos sem perceber realmente o significado do titulo deste livro e muito menos o seu conteúdo. Porem ontem à noite na Palheira "fez-se luz"!!! Como que sem explicação aparente, tendo em conta ser já ser de meia idade avançada o Ché fez uma daquelas coisas que contrariam as estatísticas... Pronto dirão alguns mais radicais (eu por exemplo), que deu um franguinho para não destoar... Mas sofrer dois golos e um ser frango não está mau... Avancemos pois sinto que estão a ficar inquietos. Ontem meus caros leitores. O Ché, Petreee para os mais chegados, deu um frango, deu sim senhor..!! Mas fora isso esteve impecável, quer a defender, quer a jogar com os pés (ele não vai compreender esta parte!!), quer até a organizar os colegas nas marcações. Ou seja, 3 estrelas em 4 possíveis, falta apenas algo que não faz na realidade falta aos Pretos, jogar com 5 na frente (já lá vamos). Sendo assim, aqui deixo a devida vénia perante tamanha performance. Perguntam o porquê do livro que escolhi, pronto eu explico. O Ché vivia na escuridão até ao ultimo fim de semana. Bastou subir uns metros no prédio para que visse finalmente toda a luz que durante anos não pode ver.!!! Existem outras teorias que defendem que foram as ausências do Armandinho (ainda a fazer a digestão da picanha de sábado, ou da picada..!!) que passa o tempo todo a ralhar com ele, e/ou do Fernando Campos (não será da picanha, mas do bicho da madeira...) que reduz claramente a eficácia dos Brancos no que a finalização e organização de jogo diz respeito..!! Devo ainda por justiça referir outro rapaz que já considerava (considero) um caso perdido para a bola (e não só). O nosso (dos Pretos) Zé Rafael. Mais um caso de estudo, esteve irreconhecível em todas as partes do jogo, quer no ataque quer na defesa e principalmente no banco... De resto os Pretos deram mais uma lição aos Brancos em todas as vertentes do jogo, foram superiores a defender, muito eficazes a atacar e principalmente foram solidários. Os Brancos também estiveram tão desconectados que deram uma ajuda...!! Poderia também falar dos recordes de velocidade de ponta que se registaram ontem, mas isso deixo para as autoridades!! No fim ficou 6-2 para os Pretos, com belos golas a saírem de maravilhosas jogadas onde em alguns casos todos os elementos da equipa participaram de forma competente. De referir uma entrada unicamente ao pau, ou melhor ao homem que não deve de ocorrer. Eu sei que no calor da noite (parem de pensar na cobra) por vezes isso acontece, mas não deve mesmo acontecer. O pessoal tem de trabalhar no dia seguinte e as pernas e os braços são essenciais... Na terceira parte uma bela "punheta" de bacalhau, bem regada para acabar mais uma noite de exercício, descontracção, convívio e companheirismo.!! O convívio apenas depois de se limparem as travessas que até lá nem os garfos faziam barulho... Kiko??, Tiago??, R............?

Pelo repórter de ocasião: 33cl

TR21.jpg

 

21
Abr22

Jogo XXIII(18º) - 2021/2022 [The Rise and Fall Of The Roman Empire]

Parece um título um tanto ao quanto desfasado daquilo que se fala aqui, no entanto nunca é tempo perdido quando se fala de História. Ora, Ascensão e Queda do Império Romano, em relação à parte da ascensão é básico: luta, guerra, luta, guerra e agora isto é meu. Repetir por essa Europa fora...fácil. O que muitos não saberão é como é que um Império assim caiu. Tudo começou quando o Imperador Július Rendvfas César, talvez aborrecido com o seu estilo de vida monótono, sempre deitado a comer uvas decide ir verificar o extracto bancário. Fica chocado ao verificar que se anda a gastar muito dinheiro em fardamento, em especial para um Legionário em particular, porque a sua vestimenta era de tamanho XXXL (lê-se xis, xis, xis, ele e não 30/50), e tinha que ser feita de encomenda ao contrário dos outros legionários cuja farda era da Primark. Mandou chamar o legionário que lhe andava a dar cabo das finanças e para não parecer assim para o bruto tentou incentivá-lo a emagrecer. As suas palavras foram:

«Si XX kilos perdam in duobus annis, reddam omnibus cervisiam quam bibere potes in mense»

Ou seja, para vós que não dominais o Latim assim tão bem quanto eu: «Se emagreceres 20 quilos em dois anos pago-te toda a cerveja que conseguires beber num mês» apenas às quartas-feiras disse ainda.

O resto, caros leitores, é história. Foi assim que os cofres do Imperador ficaram vazios, precipitando a queda do Império Romano.

Falemos de assuntos mais alegres e mais saudáveis. Decorreu esta quarta-feira mais um clássico do campeonato PRETOSxBRANCOS, nada mais, nada menos que um jogo entre - já adivinharam - Pretos contra os Brancos. E que jogo! Nem sempre bem jogado, mas quando há dois suplentes para cada lado a probabilidade de ser um jogo rasgadinho é bastante elevada - e foi precisamente o que aconteceu. Esteve bastante equilibrado nos primeiros minutos, embora com os Brancos a acercarem-se da baliza do Nuno várias vezes com perigo, no entanto seriam os Pretos a inaugurar o marcador. O Joaquim prossegue com a bola, sem nenhum dos Brancos fazer qualquer tentativa mais acertiva de o contrariar, passe para o Rui e ficou inaugurado o marcador. Até aos 3-3 o jogo esteve bastante renhido, mas a partir daí os Brancos descolaram no marcador - pareciam movidos a sidra de maçã. 

20abr.jpg

Os que já sorriem  sabiam que o Guilherme Durão iria pagar uma rodada pelo seu aniversário.

Em estreia nestes repastos: Panados c/ pão.

20aril.jpg

TR23_J18.jpg

 

***EXCLUSIVO/BREAKING NEWS/AGORA/ESTÁ A ACONTECER***

Foto inédita do Legionário 

(Antes)

Aguarda-se foto do "DEPOIS"

balança.jpg

(Instrumento muito avançado para a época, já dispunha de rádio, como se pode verificar pela foto. Sinceramente não sei qual será a estação que emite em 104.8 Mhz...)

27
Fev20

ЈФҀФ#24_2019/2020

Mais uma vez demonstro o meu enorme comprometimento para com esta causa, ao escrever esta prosa mais uma vez na hora de almoço. Tempo que poderia e deveria ser aproveitado para saborear esta refeição vegetariana: hambúrguer de tofu com gratinado de brócolos e couve flor e ainda com alface biológica... tão biológica que ainda trás os caracóis agarrados. Vá, depois desta pouco interessante e completamente falsa introdução vamos ao que interessa. Como sabem há um treinador que está a ter muito sucesso na primeira liga apesar de segundo os entendidos, não deter o nível adequado e exigido - o nível IV. Se mais provas fossem necessárias para perceber que uma andorinha não faz a primavera, ontem passou-se precisamente o oposto... uma equipa que até estava a jogar razoavelmente bem, piora assim que o seu treinador sem nível (IV) se senta no banco. Ok, se calhar não tem nada a ver com o esse facto (é evidente que não tem), até porque tem sido habitual a equipa dos Brancos ir completamente abaixo à medida que o tempo passa.
O jogo até estava bastante equilibrado, com os Brancos a terem algumas oportunidades de golo que não conseguiram concretizar, os Pretos, pouco importados com isso, inauguraram o marcador já havia para lá de 20 minutos de jogo, com um belo disparo fora da área. É curioso perceber que os Pretos têm sofrido algumas alterações nos últimos encontros, mas nem por isso os resultados mudaram. À excepção de um empate, os Pretos, apesar de tantas alterações, venceu sempre os jogos e sempre por uma margem confortável. Penso que será um bom ponto de reflexão. Até aos 4-4 o resultado esteve nivelado, a partir daí só deu Pretos, embora os Brancos até tenham tido oportunidade de criar ocasiões de golo, mas pelas razões sobejamente conhecidas...deu em nada! Em nada, ou nos casos extremos, deu oportunidades de golo para os Pretos que continuam a exibir na maior parte das jogadas, repito, na maior parte, uma boa definição daquilo que se deve fazer e se, por acaso há uma perda de bola, há logo uma rápida transição defensiva...longe vão os tempos em que nada disso acontecia para o lado dos Pretos.

classicartmeme.jpg

 

Do quadro original de Luca Giordano "The Fall Of The Rebel Angels" (1665)

PAINTINGS.jpg

ЈФҀФ#24.jpg

 

 

04
Jan13

Prof. Martelo apresenta:

Como sabem, este espaço gaba-se de ter muita qualidade, isto é, estamos fortes...estamos muito fortes. Por esse motivo e para melhorar ainda mais (eu sei que é difícil) este espaço temos hoje a colaboração do Prof. Martelo para nos apresentar um novo livro: "Os Cinco Olham P'ra O Banco".

 

 

 

 

 

 

 

 

 

«Trata-se de um excelente livro, que, sem querer contar demais do livro, retrata a vida muito difícil de cinco amigos que estando em grandes dificuldades fazem um esforço heróico para continuar a lutar até ao fim. O drama é ainda mais agravado pelo facto de a certa altura, mais ou menos aos 7 minutos, eles olham para o banco e não vêem ninguém. Serão problemas de visão? Será do nevoeiro? Aconselho vivamente a leitura desta emocionante história.»



 


Ao fim de mais ou menos 8 minutos, e a ainda a jogar de 4X4, já os Brancos estavam a perder por 3-1. Nem vale a pena estar aqui a descrever como é que os golos sucederam a um ritmo vertiginoso, mas concerteza saberão que foi por alguns estarem simplesmente a cagar no balde. Ora porque tomam as opções erradas na altura em que a equipa está descompensada, ora porque pensam que isto de jogar com guarda-redes avançado é para o inicio da partida onde ainda não deveria haver esse risco desnecessário.

Os Pretos, e bem chegaram a estar a vencer por 7-1! É verdade. Foi só depois de assentar ideias e também ajudado pela aparente e inexplicável quebra física é que os Brancos começaram a mandar no jogo e a conseguir materializa-lo em golos. Digo inexplicável quebra-física, porque tal como referi na passada semana os Brancos têm uma média de idades inferior aos Pretos. Esta semana isso ainda foi mais reforçado pois todos os jogadores dos Brancos são mais velhos que o dos Pretos. É verdade que os Brancos contam com um elemento que provavelmente errou no desporto, pois só corre...desenfreadamente, (peço desculpa mas tinha de ser, eh eh).

A verdade é que os Brancos recuperaram de um 7-1 para o 13-11 final, dando a impressão que se o jogo dura mais cinco minutos a 'remontada' era certa. As câmaras apanharam o Rodrigo a 'pedir' ao 'árbitro' para acabar com o jogo, tal era já o desespero. Acabou o jogo e ambas as partes estavam moderadamente satisfeitas: Os Pretos porque tinha somado mais uma vitória e os Brancos porque depois daquele inicio de jogo, ter perdido por dois quase que soube a vitória.

 

 

Jogo 18
Pretos (13)Brancos (11)2012/2013
Carabina GrCapitão 
SimãoRendufas 
Pedro CC/SBPP 
MarcoArmando 
RodrigoFernando 
   
   
10V6V2E

 

 

Esta semana, para não ser sempre o mesmo, o MVP da semana foi o Marco, precisamente pelas mesmas razões do Rodrigo na semana passada.

 

Como devem calcular, para a semana vou chegar um pouquinho atrasado...ou então nem vou...

(sim, eu ouvi essa parte "-isso é que era uma grande ideia!")



PS: Não sei se já repararam mas aquela cena que passava os aniversários foi-se. Pelos vistos falta de verba para manter o servidor - é a crise. Assim será mais dificil verificar quem tem que se chegar à frente com uma rodada, mas pronto. Quem está de parabéns é o Capitão que completou no dia 29 mais um aniversário.

09
Set12

O Dr Recomenda...

Nápoles-Bayern Munique
Lusa
(Off Topic)
Os jogadores do Nápoles estão proibidos de praticar atividades sexuais nos dois dias anteriores a cada jogo.

A informação foi revelada pelo doutor De Nicola, que conversou sobre a política de contenção da equipa médica dos italianos à volta deste assunto.

O médico explicou que "evitar a atividade sexual durante dois dias antes de cada jogo é fundamental para evitar distensões musculares, contrações ou inflamações. Para nós isto é uma regra".

Nesta entrevista ao 'Corriere del Mezzogiorno', De Nicola falou também sobre um "trabalho específico" realizado pela equipa que lidera e pelos treinadores "que visa mais a prevenção do que a cura".

Devido ou não a esta medida, o plantel do Nápoles foi pouco afetado por lesões na última temporada: 50 problemas físicos durante a época toda, contra 260 do AC Milan, 188 do Inter, ou 184 do Roma.

Um horário rígido para tomar refeições, ingerir alimentos orgânicos, não beber álcool e dormir sempre que se queira são outras das regras sugeridas pela equipa médica do Nápoles.

 

22
Dez11

"Natal não é uma data. É um estado de espírito."

As palavras dos outros:

 

«Especialmente nesta época natalícia que atravessamos, há uma coisa que não podemos perder...é a Esperança. Não falo de uma vida melhor...falo da esperança de vencer os Pretos. Esse sim é o meu pedido para o Pai Natal!»

 Fernando

 

«Quero deixar bem claro que o Natal é quando um Homem quer, daí que é natural que eu queira marcar todas as faltas que me apetece... e aviso já, se não as marcarem, têm a certeza que me terão a morder os calcanhares até soar o apito final

   Armando

 

«As centenas de pessoas que hoje puderam presenciar este animado jogo de futsal, puderam comprovar que se há dias em que sou um aspirante a Bruno Alves, hoje encarnei o verdadeiro espírito de Natal. Um jogo inteiro sem fazer uma falta! É obra! Vou ficar, aliás, à espera de uma nomeação para o Nobel, (lê-se nobél), da paz. No final até distribuí prendas pelos adversários»

   Luis Teixeira

 

 

Deve ter sido por receio de alguma investigação, daquelas que se fazem em países como Itália ou Inglaterra, que os Pretos desta vez não começaram o jogo a perder por 4 ou 5 zero. Pelo contrário foram até os primeiros a marcar, isto apesar do Capitão ter brindado os presentes com duas cuecas quase simultâneas cujo resultado foi...zero, sim...mas é um regalo para os espectadores e nós sabemos o que nos faz deixar a lareira, sair de casa, numa noite de inverno é precisamente os nossos adeptos e os nossos inúmeros fãs. Reagiram os Brancos e conseguiram colocar-se na frente do marcador por 3-1. Seguiu-se uma fase de ascendente dos Pretos que através da melhor jogada do desafio chegaram ao 3-3. A bola junto à área dos Brancos, no lado direito, segue para o meio, do meio para a esquerda, outra vez para o meio, novamente para a esquerda e logo de seguida para a direita onde lá estava o iniciador da jogada (Teixeira), liberto de marcação para fazer o empate. Pela forma efusiva como comemorou, parecia que tinha acabado de marcar um golo ao Valdés.

Até final o jogo esteve bastante equilibrado, sempre com diferença de um-dois golos. Quando apareceu o 'gerente do estaminé' estava 8-7 para os Pretos. Um réstia de esperança iluminou o espírito dos Brancos pela possibilidade de marcar um golo e empatar o jogo. Do outro lado um arrepio gelado percorreu a espinha dos Pretos pelo receio de sofrerem o golo de empate e deixarem escapar a enésima vitória seguida - (Epa, isto tem mesmo muita qualidade, pareço JJ nas conferência de imprensa). Na realidade os Brancos tiveram mesmo a hipótese de empatar numa jogada em que aparecem dois para o guarda-redes. Não vou, como é obvio colocar a ênfase no facto de esses dois terem desperdiçado a hipótese de sair para o Natal com motivos para ter um sorriso na cara (empate = sorriso; vitória = riso audível no chorão, o chamado LOL (laugh out loud; derrota = mínimo de 5 minis no chorão). Espera aí... as minis estão em todas as situações anteriores... Bem, como dizia antes de ter entrado nesta longa dissertação sem sentido, os Brancos não marcaram, na jogada seguinte marcaram os Pretos, estabelecendo o marcador final 9-7.

 

Resumindo: jogo bastante disputado, nem sempre bem tecnicamente, mas emotivo.

 

No final, como é Natal, apareceu, não o Pai Natal (toda a gente sabe que não existe), mas sim, a(s) Mãe(s) Natal. Uma para cada equipa.

Os Brancos apesar de terem perdido tiveram mais sorte, pois a Mãe Natal deles vinha já com pouca roupa.

 

                      

 

 

 

 

 

Fourteen
Pretos (9)Brancos (7)2011/2012
Carabina GrSérgio Santos Gr 
SimãoCapitão 
ArmandoRendufas 
BagoFernando 
Marco "Van Basten"Zé Vasco 
FábioRodrigo 
Luis TeixeiraRui Góis 
11V2V1E

 

 

 

 

 

 

                         Feliz Natal para todos!

 

                                    Joyeux Noël para o Telmo!

 

01
Dez11

Entretido

Durante sessenta anos Portugal sofreu o domínio filipino. No dia 1 de Dezembro de 1640, os Portugueses restauraram a sua independência e D. João IV foi aclamado rei de Portugal.

Este assunto já tinha sido trazido a terreiro AQUI, mas para aqueles que são novos nestas coisas aqui fica novamente a menção ao assunto. Porquê estar a falar disto outra vez? Simples, pode ter sido o último ano em que ficámos a aboborar em casa neste dia e para aqueles que vão reclamar devem pelo menos saber porque razão ficavam em casa.

 

 

Por neste dia ser feriado, pensei eu, pelos vistos erradamente, que seria uma noite de grande afluência ao maior derby do mundo inteiro. Parece que afinal Portugal não é um país tão mau. Tem imensos engenheiros civis para construir pontes. Não fora outro mau exemplo (eu), ter faltado a compromissos mais importantes e nem jogadores haveria para completar as duas equipas.

Hoje, como já se terão apercebido não há crónica com sabor a limão, nem em francês, poderão no entanto lê-la com sotaque brasileiro para desenfastiar.

 

Jogou-se nesta quarta-feira mais um encontro bastante animado de futsal. Mais uma vez ficou marcado por se dividir em várias partes. Na parte inicial que durou aí uns 20-30 minutos os Brancos deram um autêntico recital de futebol, simples mas eficaz, daquele que parece desenhado com régua e esquadro. Nesse período os Brancos conseguiram um parcial de 5-0. Depois...depois veio ao de cima os “velhos” problemas da equipa, com aquelas perdas de bola comprometedoras, aquelas más opções de finalização e ainda o facto de o Jota ter “morrido” para o jogo, passando mais tempo à procura do balde para vomitar do que propriamente a lutar pela posse de bola. Ganharam alento os Pretos, passando a ganhar muitas bolas divididas e com uma motivação extra conseguiram reduzir, quase num ápice para 6-5. Afinal é uma equipa que não está habituada a perder. Partiu-se então para uma terceira parte com um jogo muito animado, com muitas ocasiões de parte a parte, em que os guarda-redes, Carabina e Sérgio estiveram em bom nível, negando por várias vezes o golo aos adversários. Foi nessa altura que os Pretos tentaram algo em que têm sido bem sucedidos – o guarda-redes avançado – desta vez sem resultados práticos. Depois de os Pretos passarem para a frente, os Brancos arriscaram um pouco mais levando a encaixarem mais dois golos. Resultado final: vitória dos Pretos (mais uma) por 9-7.

 

Destaques:

- Boas defesas dos guarda-redes, já aqui referido

- Golo do Capitão junto à linha lateral, num remate cruzado

- Dois golos importantes do Bago, o segundo a praticamente sentenciar a partida

- Bom jogo do Fernando com inúmeras assistências e bem defensivamente.

 

 

TWELVE
Pretos (9) Brancos (7) 2011/2012
Carabina Gr Sérgio Santos (Vasco)               
Simão Capitão  
Bago Fernando  
Marco "Van Basten" Zé Vasco  
Rui Góis Jota  
9V 2V 1E
25
Nov11

A caixa de comentários está aí...

 

++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++AVISO++

 

 

Este deverá, na minha opinião ser o post mais ofensivo na história deste blog. Digo poderá, porque o "animal" do Armando, que não tem a mínima desculpa se se embebedou no seu aniversário, resolveu escrever, provavelmente com a ajuda da filha ou do google translator, esta crónica toda em francês.

 

É de uma baixeza incrível, nem mesmo o facto do Rendufas ter criticado a crónica da semana passada, chegando a adjectiva-la de bost... er... se calhar fui eu que sonhei com isso, mas pode mesmo ter acontecido.

 

Agora...sabe-se lá o que p'ra aqui vai escrito. Pode ser material do mais ofensivo possível. Tenham cuidado!

 

 

 

 

THE INTERNATIONALISATION  “news”

 

Comment of the **special envoy in the UK, "the ball looks like a limon"

Took place this Wednesday another great game between Blacks x Whites.


Final Fact:    Blacks------SIX   Whites-------FOUR


Is this alone that will forever remain in history, but given the production of the two teams and, more importantly, the clear intention that the teams put in the game, the result could be unquestionably another. Explaining the intentions say that on one side was a team clearly committed to exploit the mistakes of opponents and another one that took the game throughout the time of departure or in technical and tactical.
One of the questions we might ask is: why the team does not play like this too white? [Why does't the White team play like this too?]
The answer has to do with what I understand to be the true essence of a soccer team: want to win games playing Futsal, or look for victory in every and all circumstances, assuming the game because we understand, only then will win .
Another question might be: a prospective change in attitude for the rest of the season?
All possibilities are open because both teams have clear objectives and pragmatism must be placed in the field.

It should be noted also, as a matter of justice, the quality of play that the team of blacks patent throughout the meeting and on the other hand the mistakes made by the White´s team, which resulted in the opponents of goal.

TIME (s): [Teams]
The superb view of the Goalkeeper of the Blacks, culminating in the failure of yet another penalty.
Another good showing by the Rui Goes Blacks, is showing to the coach who has title in the team.

 

 

 

 

Blacks

 

Ricardo

Armando

Simão

Rui Gois

Marco Van Bastan

Bago

 

Brancos

 

Sérgio Vasco

Capitão

Rendufas

Luis Costa

Vasco

Rodrigo

 

 

**Armando Simões

 

 

 

Nota do Editor: Se alguém pretender a morada deste traidor é só pedir

 

03
Out11

Quarta-feira há...!!

 

A Implantação da República Portuguesa foi o resultado de um golpe de estado organizado pelo Partido Republicano Português que, no dia 5 de outubro de 1910, destituiu a monarquia constitucional e implantou um regime republicano em Portugal.

 

Comemora-se este ano com uma grande partida de Futsal entre os pretosXbrancos. Quarta-feira pelas 22 horas.

 

Parem de olhar para a moça desnudada, pois essa imagem já tem uns anitos...faz 101 esta quarta-feira por isso...

Mais sobre mim

foto do autor

origem

Arquivo

    1. 2024
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Pesquisar

Contacto

pretosxbrancos@gmail.com